Translate

Tuesday, October 06, 2009

A SANGUE-FRIO (UM IMPIEDOSO BLUES PARA A DECADÊNCIA)



CLIQUE EM CIMA DO POEMA-IMAGEM,
PARA MELHOR VISUALIZAÇÃO





























Para Truman Capote e Muddy Waters.

Paulo-Roberto Andel, 06/10/2009

3 comments:

Pedro Du Bois said...

Caro Andel, a graça está em ser social, sem ser planfetário: você consegue. Muito bom. ABraços, Pedro.

Antonio Paulo said...

Meu mestre esse poema mostra toda uma realidade. " A sangue frio."

Lau Milesi said...

E a hipocrisia também rola a sangue frio...
Concordo com o Pedro.
Um beijo