Translate

Thursday, November 08, 2007

Missa dos escravos (Slaves' Mass)

a missa dos escravos
era quilombo disfarçado
num veloz yorubá,

era fuga do inferno
para a bênção de oxalá,

a missa era canto,
era pranto de dores,
desesperança em fé

a missa dos escravos
era o alívio das almas
fatigadas, estupradas
sem piedade ou compaixão,
almas dispersas,
malversadas no riso do sinhô

era missa, era fuga
era passo ao cadafalso,
a corda, aos olhos era fim
missa diadorim
noite dos náufragos
era silêncio de amém, obá!
a missa dos escravos
era sempre a nação zumbi.


(Para Hermeto Pascoal)

Paulo-Roberto Andel, 08/11/2007

1 comment:

Gabriel "Barkhlet" said...

UOU!
Cara...
Faltam-me palavras para te dizer o quanto eu gostei desse poema...

MUITO BOM MESMO!!!

Considere seu blog como favoritado!

Abraços